FANDOM


A protagonista do jogo, Chloe Price, experimenta diversas sensações de TSPT[1]. Estes sonhos se passam com Chloe e seu falecido pai, William, o qual algumas vezes está acompanhado de um Corvo, em Life is Strange: Before the Storm.

Eles são semelhantes aos pesadelos da Max, no primeiro jogo.

Episódio 1 - "Despertar" Editar

Primeiro Sonho Editar

20180118021516 1

Carta da Max no primeiro sonho

O primeiro sonho se inicia com Chloe pegando no sono e dormindo no carro de David em direção a academia Blackwell após uma noitada no concerto do Firewalk. Ela acorda no banco de trás no carro de William, ouvindo música country no sonho e comenta "O pai amava essa música...". Chloe começa a cantar e comenta "Que dia bonito". Ela se lembra, que a sua mãe diria para o seu pai desligar a música, em caso de olhar para o William e pedir para aumentar a música.

Chloe poderá interagir com uma bolsa com várias contas ou uma foto sua mais pequena com sua família, porém, na foto David aparece no lugar de William. Ela poderá olhar para a chave de soquete, o qual ela pegou na garagem de sua casa. Ela poderá lembrar que sabe o que uma vela de ignição faz.

Após as interações, William começa a cantar a música. Chloe escuta buzinas de caminhão e começa a aumentar. Ela tenta alertar ao seu pai mas o caminhão se choca na lateral do motorista do carro de William. O sonho termina e David pede para Chloe sair do carro para não se atrasar.

Segundo Sonho Editar

20180118021551 1

Uma nota com Max enforcada em uma árvore.

Após Chloe explodir de raiva e ao ver o carro do seu pai, ela entra em desespero, batendo diversas vezes no capô do carro. Até agora não acreditando na morte do seu pai. Ela acaba adormecendo dentro do carro (sabe-se lá como). Ela entra novamente em um sonho, chorando e sentada no banco de trás no carro do seu pai. Ela nota William e o mesmo desliga a rádio e pergunta o motivo dela estar chorando. Rapidamente em um segundo, o corvo aparece e desaparece. Chloe comenta que "Você não é real", e William passa a ter o rosto de David por dois segundos comentando "Não sou?" e Chloe fica se perguntando o que está havendo.

Chloe poderá interagir com o pôster colado no banco do passageiro, a garrafa de vinho e a cabeça da boneca no lixão.

Ela olha o poster da peça teatral "A Tempestade", e comenta "O passado é um prólogo" e William pede que Chloe olhe pelo lado positivo, já que está fazendo uma nova amizade. Ela questiona o porquê do seu pai se importar com ela. Ele pede desculpas. Ao tirar, Chloe poderá grafitar mas irá se perguntar onde está a sua caneta. Na garrafa de vinho ela encontra a caneta. William comenta que ela teve uma briga, que quase Rachel arrancou a sua cabeça. Chloe pega e poderá grafitar no banco. Após o grafite, ela comentará que o pai não gostava que Chloe escrevesse nos objetos/paredes. Na última interação, ela olha para a cabeça da boneca e comenta "Eu fiz isto..." William comenta a importância de Chloe na vida das outras pessoas. Chloe vê Rachel parada e toca a mão no vidro, fazendo a mesma coisa que Rachel. Ambas se olham e Rachel começa a pegar fogo. O sonho termina com o mesmo caminhão batendo no carro de William.

Tema Editar

O tema do sonho é esperança, pois ao abrir o diário da Chloe o jogador poderá notar uma carta de Max, salientando que está voltando a Arcadia Bay para ver Chloe e brincar de piratas de volta.

No segundo sonho, o desespero de Chloe ao ver que mais uma vez, ela está sozinha e de novo, se culpando por tudo que ela fez e magoou aquele(a) que se importava muito. Ela não acredita e passa a desacreditar de tudo e de todos. Ela fica em dúvida sobre as suas reais intenções com outras pessoas.

William incentiva a sua filha, para que ela olhe ao redor, não apenas a frente. É que as pessoas se importam, mesmo que elas não demonstrem através de gestos ou palavras. É a amizade que ela fez com Rachel, reiterando para que a mesma volte e fale com ela.

Episódio 2 - "Admirável Mundo Novo" Editar

Terceiro Sonho Editar

20180118021637 1

Fuja de Arcadia Bay

No ferro velho, Chloe está em sua caminhonete sentada, relaxando e fumando um cigarro. Aos poucos, olhando ao seu redor, ela começa a pegar no sono até chegar ao ponto de adormecer.

Ao acordar, o ambiente está mais escuro, Chloe fica espantada com o que vê. Se o jogador grafitou na parede da caminhonete, Chloe comentará "Que porra é essa" pelo grafite estar se mexendo. Ela abre a porta do carro e sai. Ela vê a floresta queimando ao fundo e na sua frente, uma fogueira juntamente com o seu pai assando marshmallows. Chloe se senta próximo a seu pai e o pergunta o que está havendo. Ao lado de William, está um corvo próximo ao seu ombro e dando pequenas bicadas no seu marshmallow.

Chloe pega o graveto próximo de si e espeta um marshmallow. Ela coloca para a assar. Ao falar com William, ele falará que Chloe está hipnotizada e não vê o perigo se aproximando cada vez mais. O fogo é bonito, porém a cega com a perca, gerando escuridão ao seu redor. Ele fala que esta escuridão esconde algo maior, uma beleza oculta, deixando Chloe impressionada. Mas ele a alerta para tomar cuidado pois o fogo é ciumento, estando disposto a pegar toda a beleza para si.

No final, ele fala para Chloe não se queimar e vira o seu rosto, mostrando metade do mesmo carbonizado, deixando Chloe horrorizada ao ver o corvo comer sua carne.

Temas Editar

Chloe começa a adentrar em um novo mundo o qual ela não experimentou ainda. Um caminho o qual a levaria para grandes coisas mas ao mesmo tempo, consequências boas e ruins iriam vir. William pede que Chloe tenha atenção a onde ela pisa e olhe ao redor. Ele alerta-a sobre a sua nova amizade e o perigo que está por vir, podendo machuca-la futuramente.

Episódio 3 - "Inferno Vazio" Editar

Quarto Sonho Editar

20180118021736 1

Meta o pé na estrada

O quarto sonho ocorre no Quarto da Rachel. Chloe acorda deitada em algumas cadeiras no palco da peça A Tempestade vestida de Ariel, com seu pai sentado à frente e "dirigindo" um carro. Na plateia, James e Rose, Joyce e David, Diretor Wells, Victoria Chase e o Corvo podem ser vistos. Chloe e William conversam sobre as "memórias" dos dois consertando carros juntos, com Chloe tentando trazer seu pai à realidade e fazer com que ele pare de fingir que está dirigindo um carro, sem sucesso. William eventualmente "para" o carro e pede que Chloe desça e verifique o que está de errado. Chloe sai do "carro" e levanta um capô invisível, e William pergunta se ela encontrou algo. Chloe, frustrada, desiste de tentar agir como se estivesse em uma peça de verdade, e fala ao pai que não é atriz e quer só ser ela mesma. Ele menciona uma frase de Shakespeare para ela e a faz refletir se vale a pena dizer sempre a verdade algumas vezes. William ouve o som de uma buzina e diz que "essa é sua deixa", deixando Chloe em pânico mas logo tenta acalmá-la, dizendo que "alguns efeitos sonoros" vão acontecer e assegurando que tudo ficará bem. Um caminhão passa por cima de William e Chloe grita desesperada, se ajoelhando no chão e chorando sobre o sangue do pai. O sonho termina com Victoria vaiando Chloe da platéia.

Sonho Surreal Editar

O sonho surreal acontece quando Chloe está passando de carro na estrada na floresta queimada. Ela para o carro e desce e começa a conversar com o seu pai, mesmo acordada. Ela reflete sobre as mentiras que James vem contando para Rachel, e William sai em sua defesa, dizendo que não é fácil ser um bom pai. Chloe questiona se ele alguma vez mentiu para ela sobre algo que a poderia deixar triste, e poderá negar ou afirmar após William perguntar se isso faria ela gostar menos dele. William poderá usar o argumento de que faria tudo ao seu alcance para que Chloe não deixasse de gostar dele, caso ela diga que o fato de ele ter mentido a deixaria magoada, ou de que sua convicção sobre ele nunca ter precisado mentir também a fez acreditar que Joyce nunca namoraria um cara como o David. Ao término da conversa, Chloe tem a decisão final de escolher se quer ou não saber a verdade, mas em ambos os casos, William desaparece e a deixa sozinha. Ao entrar no carro, Chloe pondera se queria que ele tivesse falado ou se é melhor que seja assim, e William reaparece ao seu lado questionando o pensamento dela, recebendo uma resposta segura de Chloe. Ela coloca uma música e segue seu destino para a serraria, com o pai ainda ao seu lado dizendo que ela "pirou pacas" após ela se mostrar receosa sobre o confronto com Damon Merrick. Chloe se mostrará feliz pela companhia do pai e pedirá que ele não vá embora, dizendo que ele não vai querer perder o que está por vir.

Tema Editar

No quarto sonho, Chloe se mostra confusa e triste com a quantidade de mentiras e decepções que acontecem ao seu redor, sentindo que não pode mais confiar nas pessoas em quem tanto confiava antes. O palco da peça sendo o cenário deste sonho representa a sensação que Chloe tem de estar vivendo uma grande mentira, especialmente após ficar sabendo do drama que Rachel está vivendo.

No sonho surreal, Chloe está decepcionada com as novas mentiras que descobriu sobre o pai de Rachel e suas reais intenções com a mãe biológica dela, e passa a duvidar do "pai perfeito" que tinha. Independente de suas dúvidas, ela ainda parece ter um carinho enorme por William, não dando importância se o que está vivendo é sonho ou realidade, e aproveitando um momento mais lúcido ao lado do pai.

Diário da Chloe Editar

A ser inserido conteúdo.

Grafite Opcional Editar

  • Chloe poderá grafitar no segundo sonho, ao remover o poster do banco do passageiro da peça teatral "A Tempestade" e escrever "Acorde!".

Interações Editar

Primeiro Sonho Editar

  • Chloe pode olhar para William. (Comentário: "Se minha mãe tivesse aqui, ia mandar ele desligar essa porcaria.");
  • Chloe pode falar com William (Comentário: "Pai, aumente o som");
  • Chloe poderá olhar para a vela de ignição (Comentário: "Eu sei o que uma vela de ignição faz, imbecil.");
  • Chloe poderá olhar para a bolsa com contas (Comentário: "Isso... Isso tá zoado...");

Segundo Sonho Editar

  • Chloe poderá olhar para o pôster da "A Tempestade". (Comentário: Olhar: O passado é prólogo e tal...
    Olhar novamente: Ei, qual é mesmo a minha fala?)
    ;
  • Chloe poderá tirar o pôster e grafitar. (Comentário: Grafite sem a caneta: Ei... cadê minha caneta?
    Notou o sumiço da caneta: A garrafa idiota engoliu minha caneta.
    Grafitou: O papai odiava quando eu escrevia nas coisas.)
    ;
  • Chloe poderá olhar para o grafite. (Comentário: "Dormir é pros fracos.");
  • Chloe poderá olhar para a garrafa de vinho. (Comentário: Olhar: Eu não me sinto bêbada.
    Olhou novamente antes de escrever: Isso no chão é só vinho... né?
    Depois de tentar grafitar: Ah. Tá aqui.
    Olhar novamente: Você roubou minha caneta, idiota.)
    ;
  • Chloe poderá olhar para a cabeça da boneca. (Comentário: Olhar: Eu devo ter feito isso...
    Olhar novamente: Eu não queria te machucar...)
    ;

Terceiro Sonho Editar

  • Chloe poderá olhar para o seu pai. (Comentário: Sinto tanta falta dele.);
  • Chloe poderá tentar falar com William sem pegar o marshmallow. (Comentário: Primeira vez: Pai, o que a gente tá fazendo aqui?
    Segunda vez: Você tá tentando me dizer alguma coisa?
    Terceira vez: Pai?)
    ;
  • Chloe poderá para o motor do carro em chamas (Comentário: Será que ele queimou assim no dia... no dia que aquilo aconteceu?);
  • Chloe poderá olhar e pegar o graveto (obrigatório). (Comentário: Será que ia cair bem um marshmallow assado?);
  • Chloe poderá olhar e espetar um marshmallow (obrigatório) (Comentário: Será que eu gosto de marshmallow?);
  • Chloe poderá assar o marshmallow (obrigatório)

Quarto Sonho Editar

  • Este mesmo não possui interações com cenários, sendo totalmente por diálogos entre Chloe e William.

Interpretação Editar

A voz de Chloe e o tom soa mais vulnerável e jovem durante os sonhos em sequência.

O segundo sonho, aparece Chloe aparecendo no cartaz da peça "A Tempestade" interpretando Ariel e na bolsa, uma foto dela com sua mãe e David, reposicionando William na foto, dando o parecer que David estaria se mudando para sua casa.

No terceiro sonho, o Aviso do William a respeito da nova sua amizade e a sua obsessão por uma beleza, o qual William considera perigosa, podendo-a machucar futuramente, afetando-a psicologicamente.[2]

No quarto sonho, Chloe está no palco da A Tempestade com seu pai, interpretando uma peça teatral do Caminhão. Tudo que está havendo, ela diz que não é real, tendo problemas para distinguir o seu sonho e a realidade passada. Ela passa por uma experiência traumática neste sonho, vendo novamente o seu pai morrer na sua frente, sendo atropelado.

É um sonho surreal, o qual faz uma referência extremamente forte a uma pessoa com esquizofrenia. Sonhando acordada e falando com seu pai, sobre as mentiras que James esconde de Rachel e a dúvida da imagem de seu pai "perfeito".

Teorias Editar

Curiosidades Editar

  • Os sonhos que Chloe tem são semelhantes aos pesadelos que Max tem no primeiro jogo. Ambas sofrem de ansiedade e melancolia, porém os sonhos que Chloe experiencia foram causados pelo forte trauma de uma recente perda, no caso, a morte de seu pai.
  • Os sonhos de Chloe também podem ser apontados como possíveis sintomas de esquizofrenia, como durante o sonho surreal em que ela conversa com seu pai acordada na floresta queimada. O recente trauma também parece ter causado uma forte mudança de personalidade, o seu jeito e a fala. Até mesmo o seu comportamento é afetado, se isolando de tudo e de todos, seja familiares ou pessoas próximas.

Galeria de Imagens Editar

Para visualizar as imagens de cada sonho da Chloe, clique logo a baixo.

Referência: Imagens dos sonhos

Referências Editar

  1. transtorno de estresse pós-traumático (TSPT) é uma perturbação mental que se pode desenvolver em resposta à exposição a um evento traumático, como agressão sexual, guerra, acidente de viação ou outro tipo de ameaças à vida da pessoa. Os sintomas mais comuns são pensamentos, sentimentos ou sonhos perturbadores relacionados com o evento traumático, stresse físico ou psicológico perante a exposição a indícios ou recordações do trauma, esforço para evitar situações que recordem o trauma, alterações na forma de pensar e sentir e aumento da reação de lutar ou fugir.
  2. Leia a página de Chloe Price, a respeito do que acometeu ela psicologicamente.