FANDOM


A Sala Escura é um bunker secreto escondido sobre o celeiro dos Prescott e usado por Mark Jefferson para fotografar ilegalmente garotas dopadas. No bunker, há mantimentos alimentares de sobrevivência e equipamentos fotográficos altamente caros.

Para o episódio de mesmo nome, clique aqui.

Aparência e Interior Editar

O bunker subterrâneo se divide em diversas partes, incluindo um corredor com escadas que dá acesso ao bunker, que se divide entre a sala escura e a despensa. Os azulejos do teto, tanto na despensa e na sala escura, são marrons com quadrados e em cada par de azulejos há um sprinkler. Há somente um na despensa e vários na sala escura. Também há dutos de ar colocados esporadicamente no forro e nas partes superiores das paredes. A despensa e a sala escura são separadas por uma cortina de vinil transparente anexada ao teto. Perto da entrada, há várias prateleiras cheias de mantimentos alimentares de sobrevivência; especialmente comida e água, semelhante ao estoque mantido na garagem da casa de David Madsen. Porém, ao virar para a esquerda, a sala recebe um ar mais sinistro à medida em que deixa de ser um bunker de sobrevivência e se torna um estúdio fotográfico/lounge.

Corredor Editar

BunkerSalaEscuraEntrada

Foto da Chloe tentando abrir a porta da Sala Escura.

O corredor é curto, velho, sujo e sombrio com uma porta e um cadeado parecidos com um cofre no final. Há uma luminária clara circular na parede, bem como outro dispositivo circular logo ao lado, porém sua função é desconhecida. A porta no final do corredor leva à despensa e a sala escura. Há uma roda giratória e um puxador em forma de barra nela. Ambos são de metal e a porta é "muito pesada" para abrir de acordo com Max Caulfield. A combinação do cadeado é 542, que pode ser deduzida a partir das marcas no dispositivo de tranca cadeado ou retirada de uma anotação feita por Nathan.

Despensa Editar

A despensa possui vários alimentos não perecíveis como caixas de cereais, caldos, água e cogumelos enlatados. A sala tem um contador na parede oposta à porta com uma pia muito grande e uma prateleira ao lado. A prateleira possui possíveis agentes de limpeza ou recipientes de alimentos não perecíveis, guardanapos, toalhas e uma panela grande. No balcão ao lado da pia, há uma garrafa de água, um rolo de toalhas de papel, fita adesiva, duas garrafas de comprimidos prescritas que provavelmente são de Nathan Prescott e uma carta de seu psiquiatra expressando sua decepção pela negligência de seu pai para com ele e pelo fato de não poder mais ser psiquiatra de Nathan. No outro lado do balcão, há um grande tanque que contém água conectada à pia. As prateleiras acima da pia possuem taças, toalhas de mão, toalhas de papel e uma caixa de segurança. As únicas coisas com que Max pode interagir nesta parte da despensa são a carta e a fita adesiva. Existem três drenos no chão em torno do balcão.

Na parede à direita da porta, existem quatro prateleiras, com apenas uma com rodas. A prateleira mais próxima da porta possui metade do tamanho do resto das prateleiras com alimentos ou produtos de limpeza, e é a que possui rodas. A próxima prateleira nesta parede tem alimentos e bebidas não perecíveis, bem como duas caixas. Depois dela, a outra prateleira também contém comida ou produtos de limpeza. A última prateleira desta parede contém itens sanitários, como toalhas de papel, guardanapos e grandes rolos de papel higiênico. Também há um balde e uma panela de metal cujos usos são desconhecidos. Esta prateleira também possui metade do tamanho das outras.

Sala Escura Editar

Imagens grotescas de tortura enfeitam as paredes do bunker; provavelmente colocadas por Nathan ou seu pai Sean Prescott, pois o estilo das fotos é mais parecido com o de Nathan do que o de Jefferson. Agulhas podem ser encontradas em uma das mesas laterais, obviamente usadas para sedar as vítimas ou aqueles envolvidos. Também há fita adesiva aqui, usada para amarrar as garotas dopadas.

Há um pequeno centro de entretenimento localizado na parede direita, que contém um aparelho de som, um rádio e vários outros dispositivos eletrônicos. Um sofá envolto em vinil transparente está no centro da sala com dois alto-falantes de torre de cada lado e uma mesa elegante à frente. Na mesa há uma garrafa, um celular em uma base de carregamento e um jornal Arcadia Bay Beacon. Ambos os alto-falantes estão conectados a alguma fonte elétrica debaixo do sofá. O armário ao lado do centro de entretenimento possui bebidas alcoólicas, caixas seladas, copos martelinho em caixas e várias câmeras.

Estúdio e Equipamentos de Fotografia Editar

A sala escura tem uma grande tela de fundo branca para sessão de fotos. Há algumas fontes de grande luz tal como luzes suaves e duas sombrinhas de luz. Quatro tripés são visíveis, mas apenas um é interativo. Um pequeno ventilador circular também está no canto inferior esquerdo da tela branca. Nas bordas da tela estão numerosas caixas pretas com algumas atuando como mesas. Na parte direita da tela, há uma grande tela preta enrolada e anexada ao suportes de tripé presente em ambos os lados. Atrás do sofá e do sistema de entretenimento há uma mesa com um gabinete de computador e um grande monitor. Na mesa ao lado tem uma carta de Sean Prescott para Nathan abordando a suspensão da escola se Max escolhe culpa-lo. Colado no monitor do computador há uma nota rasgada informando a Nathan que seu pai está aborrecido com a atitude dele no uso do celular. Atrás da mesa, Max pode encontrar um armário contendo pastas com fotos das vítimas da sala escura. Há uma mesa cavalete tubular ao lado da mesa, e um contrato de acordo com a construtora do Bunker impresso. Na parede ao fundo, atrás da mesa há um armário e dois quadros. Um dos quadros é interativo e designado somente para fotos.

Fotos e Impressões Editar

Há cinco fotografias monocromáticas emolduradas e uma impressão artística assinada, possivelmente uma impressão em bloco, pendurada nas paredes da sala escura. Uma foto no estilo retrato está pendurada acima da impressora e o restante na parede atrás da mesa. Duas são no estilo retrato e dois são quadrados. As fotos quadradas são significativamente menores do que as fotos em estilo retrato. A arte impressa assinada é em estilo retrato e fica na esquina conectada à sala de armazenamento. No armário atrás da mesa, há três fotos da Kate Marsh, Rachel Amber dopadas que são acessíveis nas pastas.

Episódio Quatro - "Dark Room" Editar

Após a busca feita por Max e Chloe Price as leva para o celeiro Prescott, elas acabam descobrindo uma entrada secreta para um bunker subterrâneo, com uma pesada porta de cofre trancada.

Se Max não deixou que Warren Graham bater em Nathan, a sua jaqueta estará presente no bunker, significando que ele estava a pouco tempo atrás. Nós sabemos que ele estava aqui depois da Max e Chloe correrem para dentro do Dormitório Prescott, pois ele estava usando a mesma jaqueta. É possível que ele estava aqui com seu pai, considerando que ele mencionou no dormitório que o seu pai estava a caminho para falar com ele. Há também e-mails e notas para Nathan de seu pai no Bunker.
FichariosLIS

Fichários vermelhos com nomes.

Há também uma garrafa de Whisky no bunker, possivelmente ligado ao diretor Wells que é conhecido como alcoólico devido ao seu trabalho estressante na Blackwell.

Dentro de um dos armários, Max descobre pastas vermelhas misteriosas com nomes de garotas. Os fichários estão cheios de fotografias sexuais incriminadoras das garotas dopadas.

Kate Marsh possui um fichário cheio destas fotos, e há também um vazio para Victoria Chase. Por fim, um fichário da Rachel Amber contém diversas fotos dela dopada, amarrada e desmaiada. Há uma em particular a qual Max comenta, falando que ela está "acordada e zangada". Na última foto está Rachel com Nathan, posando no lixão. Não está claro se Nathan está drogado ou não na foto mas é provável que ele posou com a Rachel e estava consciente das suas ações. Chloe reconhece o local da fotografia e as garotas saem imediatamente para o local.

Episódio Cinco - "Polarized" Editar

O episódio começa com Max acordando na Sala Escura, amarrada na poltrona. Victoria está deitada ao lado se ela acreditou no aviso da Max no episódio anterior. Uma câmera e várias fontes de luz estão apontadas à Max. A sua bolsa está distante ao lado esquerdo da sala. Ao lado direito há um carrinho com seringas e fotos da última noite. MAx foca em uma das imagens e encontra-se deitada no chão da sala escura, com Mark Jefferson a fotografando. Max consegue empurrar o carrinho, derramando as drogas e manchando algumas fotos e retorna para o presente. Desta vez, as fotos colocadas no carrinho estão diferentes. Max foca em uma e acorda e fala com Jefferson. Ele explica os seus motivos e caminha para analisar as fotos. Max nota que o seu diário está distante, ela volta no tempo e pede que dê para ela. Depois, ela foca na selfie do primeiro episódio e volta a sua classe de arte.

Max encontra-se novamente na sala escura após rasgar sua foto para o evento do Everyday Heroes. Quando Jefferson está prestes a lhe dar uma dose letal, David aparece. Com ajuda do poder da Max, ele consegue dominar Jefferson e desamarra Max. Ela pode andar em volta na sala escura. O colar da Chloe pode ser encontrado próximo ao computador do Jefferson. No carrinho há um fichário com as fotos da Max. Antes de sair da sala escura, Max tem uma conversa com David, onde ela pode ou não revelar a verdade sobre a Chloe. Depois, ela comenta que precisa de ar fresco e sai para resgatar Chloe.

A sala escura é vista no pesadelo da Max. Ela senta-se contida em uma cadeira e testemunha diálogos estranhos sobre os personagens. Primeiro, Chloe e Jeferson estão conversando sobre ser modelo. Ambos dizem coisas insultuosas sobre Max, incluido todos em Blackwelll sendo mais de Max. Chloe e Warren discutem sobre o fato de estarem um com o outro ao invés de Max, e eles se beijam. Chloe então fala com Nathan, e eles planejam uma festa e drogas uns com os outros. Então Chloe surge no seu estado paraplégico e insulta Max ainda mais. Chloe, saudável de novo, tira fotos da Max, desejando que ela nunca tivesse retornado para Arcadia Bay. O flash de uma câmera transporta Max para um novo local.

Interações Editar

Passe o cursor pelo texto para ver os comentários da Max. Clique aqui para ver todas as interações do jogo.

Episódio Quatro - "Dark Room" Editar

  • Max pode olhar para a porta de segurança. (Comentário: "Isso é muito pesado para quebrar, então precisarei do código.")
  • Ela pode olhar e usar o teclado (necessário). (Comentário: "Primeiro um cadeado, agora um código... Alguém realmente não quer visitas.")
  • Ela pode olhar para garrafas d'água. (Comentário: "Suprimentos de água. É que nem a garagem do David...")
  • Ela pode olhar para alimentos não perecíveis. (Comentário: "Mais suprimentos de sobrevivência...")
  • Ela pode olhar para latas de comida. (Comentário: "Olhe para essas latas... O David deve comprar na mesma loja.")
  • Ela pode olhar para uma carta do psiquiatra do Nathan. (Comentário: "Uou, isso diz tudo sobre o Nathan... Ele precisa de ajuda.")
  • Ela pode olhar para uma fita isolante. (Comentário: "Fita isolante em um abrigo subterrâneo sempre é um péssimo sinal.")
  • Ela pode olhar para uma impressora fotográfica. (Comentário: "Acho que o Nathan precisa da impressora mais cara do mundo.")
  • Ela pode olhar para os papéis da construção do bunker. (Comentário: "Esse filho de uma puta...")
  • Ela pode olhar para algumas fotos em preto e branco na parede. (Comentário: "Falando em tortura...")
  • Ela pode olhar para um bilhete para Nathan. (Comentário: "Uou, o que está acontecendo entre o Nathan e o seu pai?")
  • Ela pode usar o computador da Sala Escura. (Comentário: "Vejamos o que tem aqui... Meu Deus... Não...")
  • Ela pode olhar para uma ilustração ero-guro na parede. (Comentário: "Essa é uma ilustração original assinada. Encaixa perfeitamente aqui.")
  • Ela pode olhar para agulhas. (Comentário: "Agulhas... Nojento...")
  • Ela pode olhar para drogas. (Comentário: "Essa deve ser a merda que o Nathan pega com o Frank.")
  • Ela pode olhar para um tripé. (Comentário: "E quem está usando esse tripé chique?")
  • Ela pode olhar para um caixote. (Comentário: "Eu nunca vi tanto equipamento caro antes.")
  • Ela pode olhar para alguns jornais. (Comentário: "Esses jornais são sobre a Rachel e a Kate.")
  • Ela pode olhar para uma garrafa de uísque. (Comentário: "Alguém gosta bastante de uísque...")
  • Ela pode olhar para a jaqueta do Nathan (determinante). (Comentário: "Caralho, a jaqueta do Nathan... ele esteve aqui recentemente?")
  • Ela pode vasculhar o armário perto da Chloe. (Comentário: "Ah, o sistema de entretenimento do apocalipse.)
  • Ela pode vasculhar o armário perto do computador (necessário).
  • Ela pode olhar para o fichário da Rachel. (Comentário: "Essa imagem está enquadrada de outra forma. A Rachel está acordada e furiosa pra caralho."
    "A Rachel apagou e está com alguma coisa na boca. O que aconteceu com ela?"
    "Essa fotografia está tão armada, não acredito que seja real... Não acredito...")
  • Ela pode olhar para o fichário da Kate. (Comentário: "A Kate parece tão drogada. Ela não fazia ideia de que estava sendo fotografada."
    "Pelo menos a Kate estava dormindo durante toda essa merda.")


Episódio Cinco - "Polarized" Editar

No começo do episódio,

  • Max pode tentar se soltar das alças (necessário). (Comentário: Pé direito: "Finalmente! Estou livre! Quase..."
    Outros: "Essas alças machucam...")
  • Ela pode olhar e tentar falar com a Victoria que está desacordada (determinante). (Comentário: "Ah, merda, o Jefferson também raptou a Victoria... Isso é bem ruim.")
  • Ela pode olhar para seu diário perto de um caixote. (Comentário: "Ótimo... Posso ver todas as minhas coisas, mas não posso pegá-las...")
  • Ela pode olhar para seu celular no sofá. (Comentário: "É claro... e bem na minha frente...")
  • Ela pode olhar e puxar para perto o carrinho (necessário). (Comentário: "Se eu pudesse mover isso em minha direção...")
  • Ela pode olhar para uma seringa no carrinho. (Comentário: "Nossa, eu não me lembro de nada que aconteceu... Essa deve ser a mesma droga que o Nathan
    usou na Kate.")
  • Ela pode olhar e focar em uma foto dela amarrada (necessário). (Comentário: Olhar: Ah, merda... Esta sou eu... Ele tirou esta foto ontem à noite..."
    Olhar de perto: "Odeio olhar para mim desta forma... Você pagará por isso, Jefferson..."
    Focar: "Eu prometi que nunca voltaria no tempo assim de novo... Mas essa é a única maneira...")

Após voltar do primeiro foco,

  • Ela pode falar com a Victoria acordada (determinante).
  • Ela pode olhar para um frasco quebrado no chão. (Comentário: "Beleza, eu quebrei aqueles frascos quando chutei o carrinho...")
  • Ela pode olhar para uma câmera. (Comentário: "Eu realmente gostaria de quebrar essa câmera cara na cara do Jefferson...")
  • Ela pode olhar para a foto que usou anteriormente. (Comentário: "Não... Essa foto não vai ajudar... E eu não posso passar por isso tudo de novo... Eu não vou passar...")
  • Ela pode olhar para uma pasta molhada. (Comentário: "Espere... O Jefferson não suporta manchas em suas fotografias... Ótimo, agora posso usá-las!")
  • Ela pode olhar e focar em outra foto dela (necessário). (Comentário: Olhar: "Uou... Com certeza estou mais acordada nessa foto... Eu poderia tentar nela."
    Focar: "Isso pode funcionar... Por favor, funcione...")

Durante o segundo foco,

  • Ela pode olhar para seu diário (necessário). (Comentário: "Eu tenho todas aquelas fotos no meu diário... poderiam ser uma saída.")
  • Ela pode falar com Jefferson (necessário).
  • Ela pode olhar e focar na selfie que tirou no início da semana (necessário). (Comentário: "Ah, meu Deus... Eu poderia voltar até o momento em que tudo isso começou... Max, essa deve ser a
    melhor chance de consertar tudo... de uma vez por todas.")

Após rasgar sua foto para a competição e retornar à Sala Escura,

  • Ela pode alertar o David sobre o tripé. (Comentário: "David, cuidado!")
  • Ela pode empurrar o carrinho para distrair o Jefferson (necessário).
  • Ela pode dizer à David para usar vários itens contra o Jefferson:
    • Garrafa (Comentário: "Pegue aquela garrafa!")
    • Arma do David (Comentário: "Pegue a sua arma agora!")
    • Câmera (Comentário: "Pegue a câmera perto de você!")
    • Mesa (Comentário: "David, chute a mesa!")
    • Avisar sobre a arma do Jefferson (Comentário: "Ele está escondendo uma arma ali!")
  • Ela pode puxar um cabo para distrair o Jefferson (necessário).

Ao ser solta das alças:

  • Ela pode olhar e falar com o David (inevitável). (Comentário: "O David Madsen está cuidando do caso... Ele ainda está procurando provas."
    Contou a verdade: "Aguente firme, David... Eu vou consertar tudo.)
  • Ela pode olhar para o Jefferson. (Comentário: "O Jefferson parece tão patético agora."
    Contou a verdade: "Não acredito que o Jefferson está morto."
    Escondeu a verdade: "Ainda bem que esta aberração está amarrada, mas... Eu ainda estou em choque.
    Não acredito que isto seja real.")
  • Ela pode olhar para a câmera do Jefferson. (Comentário: "Todo esse equipamento caro para... merdas doentias.")
  • Ela pode olhar para a cadeira. (Comentário: "Eu ainda consigo sentir aquelas alças... Pare, Max. Você está livre.")
  • Ela pode olhar para o seu fichário com as fotos. (Comentário: "Argh... Eu quero queimar todas essas fotografias..."
    "Odeio olhar para mim dessa forma...")
  • Ela pode olhar para o seu diário queimado. (Comentário: "Merda, o Jefferson queimou tudo... Agora a única fotografia que posso ver é a que o Warren tirou...")
  • Ela pode olhar para a pulseira da Victoria (determinante). (Comentário: "Aaah, esta é a pulseira da Victoria... Aposto que o Jefferson ia usar isto para incriminar o Nathan...")
  • Ela pode olhar para uma seringa. (Comentário: "Olhar para isso me dá vontade de vomitar...")
  • Ela pode olhar para uma fita isolante. (Comentário: "Tão nojento... Será que ele cobrou essa fita isolante da Blackwell? Maldito...")
  • Ela pode olhar para a arma do Jefferson. (Comentário: "Chega de armas, caralho...")
  • Ela pode olhar para um aparelho de som. (Comentário: "Todas as músicas que você escutará na cadeia serão uma tortura... Você nunca será livre de novo.")
  • Ela pode olhar para um frasco. (Comentário: "O Frank não é uma pessoa ruim, mas ele não pode negar as drogas que forneceu...")
  • Ela pode olhar para algumas fotos em preto e branco na parede. (Comentário: "Ninguém olhará para o trabalho do Jefferson da mesma forma...")
  • Ela pode olhar e pegar o colar da Chloe. (Comentário: Olhar: "Ah, Chloe... Eu vou salvá-la... Pela última vez."
    Pegar: "Nunca que eu vou deixar o seu colar aqui.")
  • Ela pode olhar para um panfleto da competição. (Comentário: "Você, Jefferson... não irá mais a exposição alguma.")
  • Ela pode olhar para um recibo da SpyGuy Electronics. (Comentário: "Parece que o Jefferson estava planejando uma renovação enorme de segurança... com o dinheiro
    dos Prescotts.")
  • Ela pode olhar para uma passagem de ônibus para Los Angeles. (Comentário: "Ninguém procuraria o corpo do Nathan com isso...")
  • Ela pode olhar para uma foto na parede perto da saída. (Comentário: "O Jefferson tinha várias mulheres que teriam posado para ele sem problemas... Mas ele não queria dar
    aos temas dele uma escolha...")
  • Ela pode sair da Sala Escura (necessário).

Curiosidades Editar

  • O código para entrar na sala escura é 542. É presente na nota no canto superior esquerdo em vermelho deixada por Nathan. Ela é vista durante a investigação no quadro.
  • A sala escura recentemente foi equipada com um sistema de vigilância que custou o total de $4.566 (R$ 7,876) é foi pago inteiramente pela fundação Prescott, o qual fica evidente no recibo da Spyguy encontrado no quinto episódio. No mesmo episódio, Jefferson conta a Max que a vigilância é 24 horas.
  • As cortinas que separam a despensa do estúdio atual são uma referência às cortinas vermelhas encontradas no Black Lodge no programa de TV Twin Peaks.
  • No episódio cinco, após Jefferson falar para Max, "Sinto muito por ter queimado as suas coisas, acabei indo longe demais.", ele comenta alguma coisa antes de falar, "Especialmente porque você se desenvolveu de uma nerd para uma heroína em uma semana...". É quase imperceptível por causa do comentário da Max "Caralho! Ele queimou o meu diário! É por isso que ainda estou presa aqui." O arquivo do aúdio confirma o que Jeferson havia falado, "Você sabe, eu sempre acreditei na sua visão.", por alguma razão desconhecida esta parte não foi legendada.
  • A jaqueta e a bolsa da Max estavam no sofá na captura de tela promocional do episódio 5, "Polarized". No jogo, em vez disto, elas estão em cima de uma caixa.

Galeria Editar

Artes Conceituais Editar

Referências Editar

  1. Imagem capturada pelo usuário Ladosha2].